Esqueceu sua senha?

Notícias ABVCAP

[Congresso ABVCAP 2019 - Sessão 11] O que muda nos próximos 4 anos no cenário de investimentos de longo prazo: análise macroeconômica Adicionado em 24/05/2019
 
Alessandra Ribeiro (Diretora da área de Macroeconomia e Política Econômica, Tendências)
Priscila Deliberalli (Economista sênior, Banco Safra)
Constantin Jancsó (Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos, Banco Bradesco)
Moderador: Álvaro Gonçalves (Sócio-fundador e Diretor Executivo, Grupo Stratus)


O investimento privado vai ter papel preponderante na retomada do crescimento econômico
do país segundo os economistas que participaram do Congresso ABVCAP 2019.

Para Constantin Jancsó, do Banco Bradesco, a incerteza política que domina o cenário desde o ano passado ajuda a explicar por que o investimento ainda não decolou. Mas o economista
prevê que, na medida que a agenda de reformas avançar, o investimento pode ser uma das
alavancas da recuperação.

Tendo em vista a necessidade de corte de gastos do setor público para que seja possível zerar
o déficit fiscal em 3 ou 4 anos, Alessandra Ribeiro, da Tendências, vê no investimento privado a alavanca que o país dispõe para voltar a crescer. “Quando a gente pensa em crescimento de
2,5% no ano que vem e em 2021 é contemplando esse canal de investimento, principalmente
privado, e o canal do consumo”, afirmou.

A redução da taxa de juros reforça essa expectativa, segundo Priscila Deliberalli, do Banco
Safra. “Está havendo uma mudança na taxa de juros neutra na economia brasileira. Uma
mudança estrutural”, disse. O Banco Safra estima que a taxa de juros neutra esteja próxima de 3% ao ano e prevê novas reduções da taxa Selic em 2019. Segundo Priscila, com a expectativa de queda dos juros, a expansão dos investimentos será fundamental para que a recuperação econômica ganhe tração.

O mediador do painel, Álvaro Gonçalves, sócio fundador do Grupo Stratus, lembrou o desafio
dos gestores de private equity diante de uma recuperação econômica ainda incerta. “O
potencial de crescimento não é uniforme. Há setores com capacidade de impulsão mais rápida que outros e isso vai exigir uma capacidade de entender essa dinâmica setorial e essas
diferenças de forma mais profunda que em outros momentos”, afirmou.

Os economistas presentes ao painel acreditam que, mesmo com as dificuldades políticas, a
reforma da Previdência vai ser aprovada. O cenário básico traçado pela Tendências prevê
economia de R$600 bilhões em dez anos com a mudança de regras. Já o Banco Safra estima o
impacto em torno de R$ 800 bilhões. “A reforma da Previdência e toda a agenda de redução
de custo Brasil e de melhora do clima do ambiente de negócios transformam o país e vão nos
colocar numa trajetória de crescimento sustentado”, concluiu Jancsó.

Fonte: ABVCAP


Comentários


Mapa do Site | Links Úteis | FAQ | Contato | Localização
ABVCAP RJ: Av. Nilo Peçanha nº 50 sala 2901 - Centro - Rio de Janeiro - 20020-906 | Telefone: 55-21-3970-2432
ABVCAP SP: R. Pequetita nº 145, 8º andar, cj 81 - Vila Olimpia - São Paulo - 04552-060 | Telefone +55 11 3106-5025