Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.

Esqueceu sua senha?

Notícias ABVCAP

Estado do Espírito Santo aposta em inovação | Entrevista com Daniel Arrais - Diretor da ACTION Adicionado em 12/07/2021
 
Conheça a parceria entre ABVCAP e ACTION para preparar empresas para rodadas de investimentos
 
Em março, a ABVCAP iniciou no Espírito Santo um projeto de orientação para auxiliar empresários que buscam receber investimentos de Private Equity e Venture Capital. O curso prepara os sócios para apresentar projetos de negócios ao mercado e ajuda a conscientizá-los sobre o papel social e de inovação das empresas.

O diretor da ACTION (Associação Capixaba de Tecnologia), Daniel Arrais, participou da elaboração do curso e da articulação de diversos outros projetos de inovação e investimentos no estado. Executivo e investidor anjo com ampla experiência no segmento de tecnologia, Arrais afirma que o ecossistema de inovação capixaba está em pleno crescimento e vê resultados positivos na colaboração entre empresas e na integração entre academia, mercado e governo. Confira alguns trechos da entrevista.
 
Como surgiu a iniciativa para esse curso com os empresários? Quais são os principais pontos tratados?

Há quatro anos, nós fizemos um seminário com a ABVCAP sobre investimentos de fundos em empresas de tecnologia. Ao final do evento, concluímos que as empresas do Espírito Santo não estavam preparadas para receber aportes financeiros. Então, criamos esse projeto.

Sobre os aspectos que tratamos, acho que o mais importante é fazer o empresário entender que a empresa não é dele, é do mercado. Se ele quer receber um investimento, a empresa deve estar preparada para andar independente dos sócios e ter uma governança própria. 

Além disso, é preciso ter consciência de quanto a empresa vale, qual a participação no mercado, quais são as dores que ela cura... a maioria dos empresários tem uma boa ideia e acham que vão ganhar dinheiro, mas ganham sofrivelmente. O curso proporciona essa mudança de mindset muito importante.

 
A ABVCAP já atua com empresas do Espírito Santo há alguns anos. Pode falar um pouco sobre essa parceria e sobre o ecossistema de investimentos no estado?

Alguns instrutores do curso já participaram de bancas aqui, e os fundos que a ABVCAP administra também já investem em empresas do Espírito Santo há algum tempo.

Temos hoje um fundo de amparo à tecnologia chamado Funcitec,  coordenado pela Mobilização Capixaba pela Inovação (MCI). Ela nasceu em agosto de 2018, da parceria e articulação de representantes do setor produtivo (Arcelormittal, Vale, Fibria e Sistema Findes), governo do Estado e academia (UFES, IFES e UVV), além do Sebrae. O repasse desse valor é feito pela Fapes.

No final do ano passado, o governo criou um fundo soberano, que usa os royalties do petróleo para investir em inovação. Há um edital para contratação de um gestor e o fundo deve começar a operar no início do ano que vem.

Também estamos tentando criar um fundo de anjos no estado, com participação do Bandes, e teremos ainda um curso de formação de investidores anjo, organizado pelo Sebrae.

Nos últimos três anos, nós crescemos muito em termos de ecossistema. Começou com o MCI, depois tivemos a inauguração do Findeslab, um hub de inovação com participação da Findes e do Senai. Conseguimos trazer o Instituto de Inteligência Computacional Aplicada, que vai começar a funcionar agora no segundo semestre, e teremos esse ano a inauguração do Centro de Inovação de Vitória e do Hub 27, focado em construtechs.

Estamos colaborando também com o governo na criação de um centro criativo, para concentrar essa ambiência no centro de Vitória, em prédios públicos, e criar espaços para startups e aceleradoras.

 
Quais são as suas expectativas de resultados para o setor de tecnologia do Espírito Santo?

O principal ganho é a melhora do ambiente empresarial. O segundo ganho é o entendimento de que as empresas nasceram para serem nacionais e internacionais, não se pode pensar numa empresa de tecnologia regional.

Até pouco tempo atrás, as empresas de tecnologia se viam como concorrentes diretas, e já existe essa visão da inovação aberta. Tivemos alguns projetos com a Petrobras em que três ou quatro empresas se juntaram para apresentar soluções.

O mais importante é a integração da academia com as empresas. Vários projetos estão sendo feitos com parcerias entre o mercado e a academia. E esse ano, temos a inclusão do governo estadual também.


Fonte: Abvcap News - Julho 2021


Comentários


Mapa do Site | Links Úteis | FAQ | Contato | Localização
ABVCAP RJ: Av. Nilo Peçanha nº 50 sala 2901 - Centro - Rio de Janeiro - 20020-906 | Telefone: 55-21-3970-2432
ABVCAP SP: R. Pequetita nº 145, 8º andar, cj 81 - Vila Olimpia - São Paulo - 04552-060 | Telefone +55 11 3106-5025