Esqueceu sua senha?

Notícias ABVCAP

[Congresso ABVCAP 2019 - Sessão 2] Empresas brasileiras em destaque – por que essas empresas deram certo? Adicionado em 23/05/2019
 
Iuri Miranda (CEO, Burger King)
Carlos Alberto Martinelli (CEO, Grupo Fleury)
Moderador: Luiz Eugenio Figueiredo (Head de Ativos Alternativos, BNP Paribas Asset Management e Conselheiro, ABVCAP).

Em um debate focado na experiência de crescimento das duas empresas e suas estratégias para expansão, os CEOs do Burger King, Iuri Miranda, e do Grupo Fleury, Carlos Alberto Martinelli, destacaram a importância do alinhamento da visão estratégica entre a liderança da empresa e os gestores dos fundos investidores para o sucesso do negócio. 

“Não posso imaginar como pode ser difícil ter investidores que não pensam com mindset semelhante ao da administração da companhia”, ressaltou Miranda ao contar sobre o bom relacionamento com os fundos que investiram no Burger King no Brasil, entre eles a Vinci. Ele lembrou de quando a empresa era ainda uma novata no mercado brasileiro e a administração apresentou um primeiro plano de investimentos para a instalação de sistemas de gestão -- antes mesmo de abrir o primeiro restaurante. O planejamento foi aprovado. “Sempre que pensamos em elementos estruturantes para o negócio, para o crescimento futuro, tivemos a anuência e a parceria dos investidores”, afirmou.

Um dos principais desafios do Burger King, segundo o executivo, foi competir com uma marca concorrente forte. Em 2010, 47% das pessoas conheciam o nome Burger King e menos de 5% declaravam preferência pelos seus produtos. Com verba de marketing muito inferior à de concorrentes, a solução foi desenvolver campanhas publicitárias certeiras com uso de pesquisas. Hoje, 96% conhecem a marca e mais de 33% têm preferência pelo Burger King. 

Martinelli relembrou a entrada do fundo Advent no Fleury. Os sócios médicos avaliavam vender as ações que detinham na empresa, o que acabou não acontecendo. “Eles entenderam que era melhor trazer um sócio que trouxesse liquidez, mas sem que tivessem que se desfazer de participação relevante na companhia, e que pudesse aportar mais do que simplesmente ter dois assentos no conselho da empresa”. 

O executivo relatou a parceria entre a gestão do fundo e a liderança da companhia, em meio a um processo de troca de administração da empresa. Os gestores, ele conta, não fizeram nenhuma imposição e ajudaram a identificar posições que seriam necessárias no médio prazo para tornar a empresa mais robusta. A presença do private equity também ajudou a dar segurança para que executassem os seus planos de expansão -- o grupo chegou a abrir uma unidade nova a cada 11 dias.

Fonte: ABVCAP


Comentários


Mapa do Site | Links Úteis | FAQ | Contato | Localização
ABVCAP RJ: Av. Nilo Peçanha nº 50 sala 2901 - Centro - Rio de Janeiro - 20020-906 | Telefone: 55-21-3970-2432
ABVCAP SP: R. Pequetita nº 145, 8º andar, cj 81 - Vila Olimpia - São Paulo - 04552-060 | Telefone +55 11 3106-5025