Esqueceu sua senha?

Notícias ABVCAP

[Congresso ABVCAP 2019 - Sessão 12] Cenário e perspectivas para novos IPOs Adicionado em 24/05/2019
 
Alan Hadid (Sócio, BTG Pactual)
Hans Lin (Head de Investment Banking, Bank of America Merrill Lynch)
Pedro Costa (Head do ECM, Santander)
Tiago Curi Isaac, (Superintendente de Empresas, B3)
Moderador: Alexei Bonamin (Sócio, TozziniFreire Advogados).

Hans Lin, do Bank of America Merrill Lynch, abriu o painel destacando que o mercado de capitais brasileiro pode estar prestes a passar por períodos de captação sem precedentes. “O pipeline de ofertas de ações é de R$ 40 bilhões, mas outros R$ 80 bilhões estão sendo discutidos”, disse. Para ele, a reforma da Previdência é a chave para destravar esse volume de ofertas, sobretudo porque o capital estrangeiro ainda não voltou ao país como poderia. A reforma, disse, vai trazer fluxo ao mercado brasileiro. Se a participação do Brasil no mercado global de ações voltar a patamares anteriores, entre R$ 400 e R$ 500 bilhões podem ingressar na bolsa brasileira.
 
A dependência da reforma foi destacada também por Pedro Costa, do Santander. “O movimento de renda fixa para variável é mais ou menos inevitável nesse patamar de juros”, disse. Costa apontou também o aumento da participação dos fundos locais em aberturas de capital. Allan Hadid, do BTG Pactual, ponderou que a alta volatilidade do mercado tende a complicar IPOs, e o que tem acontecido é o aumento no número de follow-ons.
 
As companhias brasileiras estão prontas, disse Tiago Isaac, da B3. “As empresas aproveitaram o período de crise para se preparar para a abertura de capital”, disse. “O patamar de amadurecimento melhorou muito". Segundo ele, 35 empresas estão participando dos treinamentos da B3.
 
Além de fatores internos, a guerra comercial entre China e Estados Unidos pode atrapalhar a retomada dos IPOs na bolsa brasileira, pois momentos de crise tendem a causar uma fuga de ativos considerados de risco. Mas a tendência secular é positiva, afirmaram os participantes do painel. Curi, da B3, afirmou que o número de pessoas físicas que investem na bolsa chegou a um milhão, o que pode favorecer o surgimento de ofertas de ações de menor porte. Hans Lin e Pedro Costa afirmaram que, nos moldes atuais, muitos investidores estrangeiros ainda se afastam de ações brasileiras, pois buscam patamares de liquidez elevados. “Com a melhora no mercado, a necessidade de liquidez tão grande tende a diminuir”, disse Costa.   

Fonte: ABVCAP


Comentários


Mapa do Site | Links Úteis | FAQ | Contato | Localização
ABVCAP RJ: Av. Nilo Peçanha nº 50 sala 2901 - Centro - Rio de Janeiro - 20020-906 | Telefone: 55-21-3970-2432
ABVCAP SP: R. Pequetita nº 145, 8º andar, cj 81 - Vila Olimpia - São Paulo - 04552-060 | Telefone +55 11 3106-5025